Notícias

1 01/12/2019 06:41

Por falta de pagamento de funcionários que trabalham como coveiros em cemitério, uma família do município de Uruçuca passou por momentos ainda mais dolorosos depois de perder a pequena Natasha, de apenas dois anos. É que parentes tiveram de cavar a própria cova para enterrar o corpo da criança. O caso aconteceu sábado (30/11) na cidade do sul da Bahia.

Vídeos que circulam nas redes sociais e em grupos de mensagens instantâneas narram cenas fortes dos familiares no cemitério.

Ao mesmo tempo, as imagens mostram outros cavando a cova para supultar a menina. Os moradores e familiares estão indignados por conta do descaso e da administração municipal.

"Uma situação inaceitável, abominável e inacreditável. Os funcionários estão há meses sem receber, os serviços públicos estão paralisados, falidos e o episódio ocorrido no cemitério municipal é o mais grave dentre tantos que se abate sobre a população mais humilde que precisa desses serviços", aponta um dos familiares.

De acordo com os familiares,a prefeitura divulgou uma nota sobre o fato, que foi considerada absurda pela família. "O prefeito (Moacy de Sousa, do DEM) foi incapaz de pedir perdão e limitou-se a responsabilizar o coveiro, como se ele não tivesse nenhuma responsabilidade", denuncia outro familiar.

ASSISTA







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9711-6971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.