Notícias

1 11/09/2019 21:05

Após audiência ser adiada, parentes e amigos de Maria Damiana dos Santos, de 55 anos, que foi morta a golpes de marreta pelo marido e enterrada no quintal do próprio bar, na Rua da Linha, em Santo Antônio de Jesus, protestaram nesta quarta (11/9) em frente ao Fórum Desembargador Wilde Lima,  pedindo justiça e pena máxima para o suspeito.

Segundo a filha de Damiana, Ivonete dos Santos, o protesto aconteceu porque a audiência do suspeito foi adiada pela Justiça. "Esse assassino tirou a vida da minha mãe e não vai ficar impune. Queremos justiça", disse à Rádio Andaiá FM 97.1.

O corpo de Damiana foi encontrado na tarde da última segunda-feira (9/9). A vítima estava desaparecida há 10 dias. Segundo o delegado titular de SAJ, Orlando Corsino, Antônio Santos Borges confessou o crime e disse que matou Damiana durante uma briga por ciúme, após ela apontar uma faca para ele e, por isso, agiu em legítima defesa.
 
Ele foi preso em flagrante após mostrar o local onde enterrou o corpo da vítima, nos fundos do bar que era dela. Dois dias antes, ele disse para a polícia que não sabia do paradeiro de Damiana.

LEIA MAIS 

CHOCANTE! Corpo de mulher que estava desaparecida é encontrado dentro do bar na Rua da Linha, em SAJ; vídeo
FEMINICÍDIO: Damiana foi morta a golpes de marreta e corpo enterrado em cova feita pelo assassino confesso







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9711-6971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.