Notícias

1 15/04/2019 10:20

A Polícia Federal de São Paulo investiga na manhã desta segunda-feira (15/4) uma organização criminosa voltada para a prática de fraudes no recebimento do seguro-desemprego na 2ª fase da operação Mendacium. A operação foi batizada de Mendacium, que significa 'falsidade' em latim.

Ao todo, são cumpridos 21 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão nas cidades de Ibicuí - a cerca de 470 km de Salvador-, Mauá (SP) e Porangatu (GO). A investigação começou em outubro de 2017, na delegacia da Polícia Federal de Presidente Prudente, quando um trabalhador desempregado procurou a PF para relatar que não havia conseguido retirar seu seguro-desemprego porque alguém já havia recebido o benefício. Ao longo das investigações, foi constatado que o grupo agia principalmente na cidade de São Paulo.

Até a primeira fase da operação, cerca de 300 empresas fictícias criadas pelos investigados foram identificadas para possibilitar o recebimento de mais de 9 mil benefícios de seguro-desemprego fraudulentos. Até setembro do ano passado, a estimativa era de que mais de R$ 9 milhões tinham sido foram sacados. O Ministério da Economia apurou que, nos anos de 2015/2019, a organização criminosa investigada recebeu mais de R$ 20 milhões em benefícios de seguro-desemprego fraudulentos.







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9871-0971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.