Notícias

1 15/04/2019 09:18

O Ministério da Saúde avança na formulação de proposta para mudar o nome e as bases do Mais Médicos, criado por Dilma Rousseff em 2013. O governo Jair Bolsonaro (PSL) pretende enviar projeto ao Congresso até maio.

A ideia de centrar serviços em cidades de alta vulnerabilidade praticamente se consolidou, o que faria com que capitais, como São Paulo, Rio e Brasília, saíssem da rede de atendimento. A categoria sugeriu rebatizar o programa de Médicos pelo Brasil, opção agora em estudo.

Em fevereiro, o ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) disse à Folha que avaliava criar uma espécie de plano de carreira para os que aderissem à nova modelagem do Mais Médicos. O projeto avançou. Há ainda a ideia de instituir programa de educação continuada para ampliar o vínculo com a causa.

Desde a saída dos cubanos, em dezembro, 15% dos brasileiros que entraram no Mais Médicos abandonaram seus postos nos primeiros três meses —1.052 profissionais do total de 7.120 inscritos. *Coluna Painel, da Folha







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9871-0971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.