Notícias

1 05/09/2018 19:00

Cristina Pita

A arma de fogo tende a potencializar o crime violento. Não quer dizer que todos que tiverem arma de fogo vão fazer o uso dela. A previsão de quem estuda esse assunto é muito clara, a tendência é que os casos de violência aumentem rapidamente a curto prazo. Principalmente pelo porte de arma e isso significa que qualquer cidadão que adquiriu esse porte poderá usá-la em via pública. A pergunta é: isso não é arriscado? A possibilidade de usá-la com mais frequência é enorme. Pessoas bem intencionadas querendo se defender vão acabar sendo assassinadas por criminosos?

Esta e outras dúvidas serão esclarecidas durante a I Conferência sobre o Porte de Armas, que será realizada no próximo dia 27, na sede da OAB, em Santo Antônio de Jesus, reunindo especialistas do assunto. O objetivo é esclarecer para a população as dúvidas sobre a aquisição de arma de fogo, tanto para a posse quanto para o porte da arma. "A posse é quando o cidadão mantém a posse de uma arma em sua residência ou no local de trabalho; e o porte de arma, que é quando a pessoa leva a arma consigo para onde for", explicou a psicóloga Jéssica Celeste, perita do Trânsito - Detran e credenciada à Polícia Federal.

Depois do sucesso do debate sobre as ‘fake news’, no último dia 29 de agosto, agora a Andaiá FM apoia a Conferência sobre o Porte de Armas e abre espaço para essas e outras discussões de interesse popular. Segundo a psicóloga Jéssica Celeste, durante a Conferência estarão presentes palestrantes de renome na área, além de autoridades locais.

Entre os palestrantes, François Brito, diretor do Clube de Tiro do Recôncavo Baiano, o único clube legalizado pelo Exército na região, que vai apresentar modalidades do tiro esportivo. “Teremos também Rubervan Argolo, instrutor que ministra o curso preparatório de tiro. Ele prepara a pessoa para saber manusear de forma adequada a arma de fogo. Eu, como psicóloga, vou esclarecer as dúvidas sobre o procedimento de porte de arma, os documentos necessários para quem deseja legalizar uma arma de fogo e o procedimento de avaliação psicológica. Bruno Palma, instrutor de armamento e tiro credenciado pela Polícia Federal, responsável pela prova de tiro; e o delegado federal, chefe da DELEAQ - Delegacia de Controle de Armas e Produtos Químicos, Ulysses Mário Tourinho de Sá Júnior, responsável por conceder a permissão da legalização da arma de fogo", destacou Jéssica Celeste.

 

 

 

 







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.