Esportes

1 19/08/2019 07:50

Os dois últimos resultados do Bahia, contra Flamengo e Palmeiras, fizeram com que uma expectativa elevada se criasse para o jogo contra o Goiás neste domingo (18), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Contudo, o tricolor sofreu com uma série de imprevistos e teve que se contentar com o empate em 1x1 dentro de casa. Moisés foi expulso logo com cinco minutos e deixou o time de Roger Machado em desvantagem durante praticamente todo o jogo. 

Depois de sair atrás na primeira etapa, o tricolor foi buscar o prejuízo e conseguiu um gol graças a um belo chute de Guerra na etapa complementar. O jogo foi franco, com oportunidades para os dois lados - um pouco mais para o time goiano, que apareceu de cara para o gol em diversas oportunidades. No final das contas, o pontinho somado em casa levou o Bahia à 10ª posição do Campeonato Brasileiro.

O jogo

A partida entre Bahia e Goiás começou com surpresas, sobretudo do lado tricolor. Algumas delas premeditadas, outras nem tanto. Enquanto se esperava pela estreia de João Pedro como titular na lateral direita, Roger optou pela entrada de Ezequiel - substituindo o lesionado Nino Paraíba.

O treinador também escolheu colocar Lucca no meio-campo, às costas do trio formado por Artur, Élber e Gilberto.Todavia, o destino pregou uma peça nos planos do técnico tricolor que precisou entrar em campo sem seu principal jogador: Gilberto sentiu lesão na coxa durante o aquecimento e deu lugar a Fernandão antes mesmo do apito inicial. 

Roger recebeu “na caixa dos peitos” uma outra baixa um pouco depois do apito inicial: Moisés chegou atrasado em cima de Jean Carlos, do Goiás, e foi advertido com cartão amarelo. O VAR sinalizou informação para o árbitro Raphael Claus, que checou o vídeo e optou pela expulsão do lateral tricolor com apenas 6 minutos de jogo.

Não demorou muito e foi hora do Bahia ficar na bronca. O próprio Jean Carlos protagonizou lance semelhante ao da expulsão, mas dessa vez contra Élber. Claus se limitou a adverti-lo com o amarelo e deixou a comissão técnica tricolor em polvorosa. A falta sofrida foi o último lance de Élber no jogo. O camisa 7 foi substituído pelo lateral Giovanni.

Vale lembrar que esse texto é sobre um jogo de futebol - às vezes o VAR, no Campeonato Brasileiro, faz com que o esporte fique um pouco de lado. O primeiro lance de gol veio aos 19 minutos, quando Artur aproveitou pivô de Fernandão e encheu o pé, balançando o lado de fora da rede. Ainda no primeiro tempo, a bola beijou o lado de dentro, mas a favor dos goianos: Marcelo Hermes cobrou escanteio da esquerda e Fábio Sanches subiu sozinho para abrir o placar.

Mexer era uma urgência para o Bahia, mas o treinador tricolor não entendeu da mesma forma e retornou sem alterações para a segunda etapa e viu o time voltar com as mesmas deficiências dos primeiros 45 minutos, só que um pouco mais afoito por conta da necessidade de buscar o resultado. Quem se aproveitou foi o Goiás de Marlone, meia que apareceu no meio da área para aproveitar cruzamento de Yago Rocha e tirar tinta do gol de Douglas.

Sem criatividade com a bola no pé, o Bahia decidiu apelar para a bola áerea. Lucca subiu sozinho após cruzamento de Artur, mas cabeceou torto e para longe do gol de Tadeu - que ainda não tinha trabalhado no jogo. Quando foi exigido, o goleiro esmeraldino fez um milagre. Lucca fez bela jogada na esquerda e cruzou na medida para Fernandão cabecear como manda o manual e ver seu gol barrado por Tadeu. Logo depois, foi a hora de Giovanni faz cruzamento perfeito para o camisa 20, que, desta vez, jogou para fora.

Ao melhor estilo do "quem não faz, toma", o Bahia conseguiu seu gol de empate. O Goiás encontrou booas oportunidades para contra-atacar e pecou na cara de Douglas. O caso mais emblemático foi o de Marlone. Do outro lado, o tricolor se lançou à frente e foi premiado aos 25 minutos do segundo tempo. Arthur Caíke brigou no alto e jogou a bola no meio da área para Giovanni proteger. O lateral não conseguiu girar para o chute, mas fez o suficiente para deixar a pelota ciscando na área prontinha para Guerra chegar batendo com força e balançar as redes.

Depois do gol, o Bahia não conseguiu criar muitas chances claras para virar o placar. Cansado, se retraiu. O Goiás foi mais sábio, conseguindo criar oportunidades e apostando nos chutes de longe, principalmente desferidos por Marlone. Só que no fim, ninguém conseguiu fazer mais nada - a não ser Douglas, que foi buscar falta de Renatinho no ângulo - e o jogo acabou em 1x1.

O resultado levou o Bahia aos 21 pontos, na décima posição do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso do tricolor é contra o Atlético-MG, em partida que acontece no próximo sábado (24), na Arena Independência.

Correio







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9711-6971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.