Entretenimento

1 24/10/2018 15:20

No último dia de 2017, Isabela Garcia publicou um texto no Instagram anunciando sua despedida da Globo após 46 anos. Era o fim de um vínculo longo com a emissora, iniciado em 1971, quando ela participou de "Caso especial". Meses depois, porém, veio o convite para participar de "O Sétimo Guardião", próxima trama das 21h:
 
- Há um ano, me informaram que meu contrato de prazo longo terminaria e que eu passaria a assinar por obra. Após uns seis meses, fui chamada novamente. Por enquanto, estou contratada só para a novela, mas há negociações acontecendo no momento. Continuamos conversando. Acho que a empresa está mudando sua maneira de pensar e quer valorizar os veteranos. Talvez esteja dando um passo atrás para olhar tudo com calma. Eu comecei a trabalhar muito cedo e a Globo foi a única coisa que conheci na vida. Procuro tirar o melhor de tudo o que acontece. Sou budista e acredito nisso.

Este será o primeiro trabalho de Isabela com o autor Aguinaldo Silva e o diretor Rogério Gomes. Na história, ela interpretará Judith, a governanta e confidente de Egídio (Antonio Calloni), o grande guardião da misteriosa fonte milagrosa da cidade fictícia de Serro Azul: - Judith é devotada a Egídio. É a única pessoa de fora da irmandade que conhece toda a história da fonte. Quando Egídio morrer, ela vai continuar guardando esses segredos. Até que o filho dele (Gabriel, papel de Bruno Gagliasso) aparecerá na cidade. Mesmo depois de saber quem é, Judith vai tentar descobrir se ele foi até lá por bem mesmo ou se quer usar a fonte para o mal. A personagem é muito leal.
 
Isabela fará par com Heitor Martinez, que viverá o jardineiro mau-caráter Robério: - Ela não confia no marido de jeito algum. No começo da novela, já será mostrado que o casamento está péssimo. Eles são frios e secos um com o outro. Com o tempo, a relação vai ficar insustentável, pois Judith perceberá suas más intenções.
 
Apesar de a sinopse indicar que a personagem é uma mulher "gordinha e sem vaidade", a atriz surgirá mais magra no vídeo. - Quando me chamaram, eu já tinha emagrecido muito. Nem sempre dá para casar com a sinopse. Acho que o trabalho independe do tipo físico - diz ela, explicando o motivo da perda de peso. - Tive um problema na tireoide e, de cinco meses para cá, venho me tratando. Com isso, acabei emagrecendo. Não fico me pesando, mas acho que perdi uns 13 ou 14kg. Aquelas roupas que estão há muito tempo no fundo do armário agora cabem. Eu curti porque sentia bastante dor no pé direito. Há três anos fazia exames. Um médico disse que, se eu emagrecesse, melhoraria. E realmente a dor sumiu. Além disso, fiquei ainda mais ágil. Tenho dois filhos pequenos, de 13 anos, uma neta de 7 e um neto de 9 meses. Estou me sentindo superbem para sair e brincar.
 
Já a despreocupação com a aparência é um ponto em comum com a personagem, segundo Isabela, de 51 anos: - Sou zero vaidosa. Talvez devesse ser mais. Não sei se isso atrapalha. Se puder só passar um corretivo e um pó para entrar em cena, fico muito contente. Se não precisar retocar, eu vou às nuvens. Eu gosto de mim assim, com a minha cara enrugada. Eu sou tranquila com relação à idade. A única coisa que me inquieta na velhice é a saúde. Tenho medo de ficar doente e não conseguir dar conta de tudo.

Com mais de 25 novelas no currículo, a atriz conta que está sempre atenta para não cair no comodismo: - Eu tento me reciclar o tempo todo. Estudo os textos diariamente e estou sempre pensando em maneiras de não dar a mesma forma às personagens. Quando eu e minha irmã (Rosana Garcia) começamos a atuar, ela tinha 5 anos e eu, 4. Nem sabíamos ler direito. Nosso pai (o radioator Gilberto Garcia) é quem lia. Ele trabalhou muito em cima do naturalismo. Aprendemos assim e nos ajudou muito. Quando tivemos que fazer um trabalho rebuscado, sentimos dificuldade. Então, é preciso ter maleabilidade para não se prender a esse tipo de interpretação. Aprendi bastante quando fiz teatro. Sempre fui aberta para absorver tudo de cada trabalho, cada ator, cada diretor e cada técnico.
 
Ela conta que todas as mudanças que acompanhou ao longo dos anos de carreira na TV foram bem-vindas: - Me moldo muito bem. Gosto de tudo de novo que acontece. Quando muda um equipamento, por exemplo, busco conhecer e me informar. Lá atrás, teve um boom de modelos na TV. Muita gente reclamou que elas estavam invadindo nossa praia. Eu achava bom. Lógico que precisam estudar e se capacitar, mas todo mundo pode querer fazer parte da profissão. Tento ver com bons olhos. Não sou reclamona. Procuro tornar legal e divertido.

O Globo







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.